MASSOTERAPIA

Os benefícios da profissão

26 de Janeiro, 2015

Foto divulgação

O QUE É NECESSÁRIO PARA SE TORNAR UM MASSOTERAPEUTA?


Para que você seja um massoterapeuta “de verdade”, é necessário que você tenha conhecimentos específicos além das manobras de massagem. Este conhecimento é sobre anatomia e fisiologia! Apenas saber as manobras de massagem, não lhe dá o aval necessário para ser um massoterapeuta. O ideal então é fazer um bom curso de massoterapia e continuar seus estudos sobre patologias, anatomia e fisiologia.


QUAL O SALÁRIO DE UM MASSOTERAPEUTA?


Uma das principais vantagens de trabalhar com a massoterapia é que há diversas possibilidades de atuação.
Você pode trabalhar em: clínicas de massagem, espaço próprio de massagem, em empresas, em domicílio, etc.


CLÍNICAS DE MASSAGEM: Para os massoterapeutas que se preocupam em ser registrados no regime CLT, a clínica de massagem é um local apropriado para isto. Porém, os ganhos não são tão altos. Vejamos:
Em São Paulo, a média do valor fixo mensal para o terapeuta que atua 8 horas por dia nos dias úteis e 8 horas no sábado é de R$ 750,00 + vale refeição. Geralmente, a clínica paga o adicional de 30% sobre o valor da massagem, mas o grande problema é: O massoterapeuta recebe apenas o montante que ultrapassa o valor fixo mensal que recebe. Ex:
Digamos que a terapeuta “x” receba R$ 750,00 fixo mensal + 30% de comissão sobre cada massagem realizada que tem o custo de R$ 70,00. Logo, 30% de R$ 70,00 é R$ 21,00. No fim do mês, foi contabilizado o total de 60 massagens realizadas durante o mês.
60 massagens x R$ 70,00 = R$ 4.200,00.
30% de R$ 4.200,00 = R$ 1.260,00.
R$ 1.260,00 (referente aos 30% de comissão) – R$ 750,00 (valor fixo mensal) = R$ 510,00.
O massoterapeuta irá receber o seguinte: Salário fixo (R$ 750,00) + R$ 510,00 (montante que ultrapassa o valor fixo mensal).
Total no mês: R$ 1.260,00 (Mil duzentos e sessenta reais).


ESPAÇO PRÓPRIO: Atuar em seu próprio espaço é uma das atividades mais rentáveis para o terapeuta, pois ele pode definir o horário que quer atuar, pode definir o preço que quiser de sua massagem (de acordo sempre com a região onde seu espaço esteja localizado), pode definir qual o melhor tratamento para seu cliente, entre outras vantagens.


No espaço próprio onde o terapeuta cobre os mesmos R$ 70,00 por cada massagem, como no exemplo anterior, todo o valor bruto é direcionado para ele mesmo, ou seja, se em um mês o terapeuta realizar 60 atendimentos (média de 2 a 3 massagens por dia de segunda a sábado), no fim do mês ele terá acumulado o valor de R$ 4.200,00.


Só que nem tudo são flores para o terapeuta que possui seu espaço próprio. Até chegar neste patamar de atender mais de 1 cliente por dia, o profissional terá que realizar um belo trabalho de divulgação antes, o que terá um custo com marketing do seu trabalho e espaço. Além disso, terá que arcar com despesas de luz, água, telefone, internet, em alguns casos aluguel do espaço e IPTU, além de ser organizado financeiramente e ter uma “veia” de administrador, para conseguir dar conta de realizar os atendimentos e ainda administrar algumas burocracias que envolvem ter seu negócio próprio.


ATUAR EM EMPRESAS: Uma das formas “mais fáceis” de iniciar no mercado é trabalhando em empresas. Hoje em dia, não só grandes empresas, mas também as médias e pequenas, já estão dando uma grande abertura para a atuação de massoterapeutas.
A técnica mais comum em empresas é a Quick Massage.
Em São Paulo, a média do cachê pago aos terapeutas por uma diária de 8 horas é de R$ 120,00 + almoço + estacionamento.
Para os profissionais que atuam certo tempo, de maneira profissional e ética, costumam realizar cerca de 3 eventos por semana. Logo, 3 eventos por semana x R$ 120,00 = R$ 360,00 por semana.
Para iniciar no mercado de Quick Massage em empresas é fundamental o profissional possuir a cadeira de Quick Massage.


ATENDIMENTOS EM DOMICÍLIO: Muitos profissionais logo que iniciam no mercado de massoterapia, atuam com atendimentos em domicílio. Assim como o atendimento em espaço próprio, o atendimento em domicílio nos dá um grande retorno financeiro, pois todo o valor cobrado pela massagem é direcionado ao próprio terapeuta.
Suponhamos que um profissional realize apenas 1 atendimento por dia, de segunda a sábado, com o valor de R$ 70,00.
6 dias da semana x R$ 70,00 = R$ 420,00 por semana.
O profissional que se interessa em atender seus clientes em domicílio precisa ser bem organizado financeiramente para controlar às despesas que são provenientes dos atendimentos em domicílio, ex: gasolina, pedágio, creme ou óleos de massagem, óleos essenciais, lavagem dos lençóis, etc.


 


Fonte: www.dicasdemassagem.com.br

 

ABF